Teoria da Conspiração

images

Pra quem não sabe, Teoria da Conspiração nada mais é do que uma versão alternativa à adotada pela maioria para explicar determinado evento, que geralmente aborda um contexto assustador e diabólico. As histórias citadas aqui foram extraídas da internet, como algumas delas apresentam várias versões diferentes, tomei a liberdade de escolher apenas as que aparentavam ser mais plausíveis.

fema_logo.jpg

  • FEMA
A FEMA (Agência Federal de Gerenciamento de Emergência) preparou um lote com 500 mil caixões que estão localizados no estado da Georgia, Nos EUA, em um campo próximo a atlanta. O interessante é que cada um deles cabe pelo menos três cadáveres de pessoas adultas, e que desde 2008, a cada ano, mais 500 mil caixões vem sendo adicionados ao montante. Assim sendo, hoje, teríamos aproximadamente 2 milhões e 500 mil caixões, o equivalente para guardar os corpos de 7,5 milhões de pessoas. Obviamente, as pessoas ficariam preocupadas. Alguns sugerem que o governo dos EUA estariam preparando outro evento catastrófico, como pode ter sido o 11 de Setembro. Ninguém sabe o porquê do elevado investimento e porque o número que caixões cresce absurdamente em números a cada ano.
Conspirações sugerem que o governo americano está ciente da algo tão terrível, mas tão terrível, que apesar de já estar acionando os principais planos de emergência, está também escondendo a verdade do mundo, como de costume. O que será que o governo americano fará com tantos caixões?
FEMA NO GOOGLE MAPS - Skylab
Imagem via Google Maps da Base militar da Georgia quando os caixões da FEMA ainda estavam lá.
Canetas BIC's - 2 - Skylab
  • Caneta BIC
Sempre que pensamos em “caneta”, temos uma imagem projetada em nossa mente da famosa caneta BIC. Está marca de caneta, que investe pouquíssimo em propaganda, fixou uma imagem muito forte diante a tantas outras marcas e modelos. Certamente voce pensa que este fato é considerado, por esta ser uma caneta barata, simples, e de fácil acesso. Pois bem, a responta não é assim tão simples!
Documentos secretos encontrados no final de 2001 indicam um envolvimento direto da NASA com a BIC. Também foram encontrados documentos oficiais da NASA, onde estavam registrados estudos sobre uma possível invasão de sondas extraterrestres no Planeta Terra. Acredite ou não, estamos sendo vigiados a anos sem percepção alguma. De fato conclui-se que as canetas BIC são sem sombra de dúvida sondas extraterrestres que nos inspecionam diariamente, desde nossa infância até hoje, em casa,na escola, na universidade, nos hospitais, no trabalho, em tudo. Certamente você está exposto a uma caneta BIC neste exato momento. Olhe ao seu lado, dificilmente num raio de 15 metros não haverá uma sonda.
Agora pense comigo: ao nascer você é registrado com uma caneta, ao entrar na escola/universidade também, tudo o que você escreve, desde estudos até cartas de amor é escrito com uma caneta, ou seja, estes seres que nos observam sabem absolutamente TUDO sobre TODOS. O verdadeiro significado da marca BIC é: Big Inspekto Center (Centro de Grandes Inspeções).
1 biclogo
No logotipo da BIC notamos uma alien tentando esconder atrás dele seu maior segredo: uma caneta que pode conter toda a história de todos os tempos.
  • Área 51 
images (2)
A área restrita no deserto de Nevada é um dos locais de teste militares mais bem protegidos do planeta. Cercas e placas alertam de que, a partir de determinado ponto, é proibido passar. Talvez por isso, pelo constantes relatos de atividades estranhas na região, a Área 51 tenha se tornado sinônimo de conspiração. Especialmente na década de 1970 surgiram diversos relatos de que os EUA tinham conhecimento, e até envolvimento, com vida extraterrestre, e que muitas provas estavam guardadas na Área 51. Autópsias secretas, discos voadores, e testes bizarros seriam realizados lá dentro. O local já foi explorado em filmes de Hollywood, documentários e apareceu até mesmo na série Os Simpsons.
060309_noahsark_hmed_1phmedium
  • Anomalia de Ararat
A anomalia de Ararat é um objeto aparecendo nas fotografias dos campos de neve próximos ao cume do monte Ararat, na Turquia, e sugerido por alguns crentes no literalismo da Bíblia como sendo os resquícios da Arca de Noé. A anomalia está localizada na extremidade noroeste do Platô Oeste do Monte Ararat há aproximadamente 5.000 metros de altura. Foi filmado pela primeira vez durante uma missão de reconhecimento da Força Aérea dos Estados Unidos, em 1949 – O maciço do Ararat localiza-se na antiga fronteira Turca/Soviética, e por isso era uma área de interessa militar – e consequentemente foi dada a classificação de “secreto” conforme iam sendo tiradas subsequentes fotografias em 1956, 1973, 1976, 1990 e 1992, por aeronaves e satélites.
Seis frames da filmagem de 1949 foram liberados durante o Ato de Liberdade de Informação. Um projeto de pesquisa foi mais tarde estabelecido entre a Insight Magazine e a Space Imaging (hoje “GeoEye”), utilizando o satélite IKONOS. O IKONOS, em sua primeira viagem, capturou a anomalia em 5 de agosto e 13 de setembro de 2000. A área do Monte Ararat também foi fotografada pelo satélite francês SPOT em 1989, Landsat nos anos 1970 e pela Space Shuttle da NASA em 1994.
281211_Papel-de-Parede-Homem-na-Lua_1440x900
  • O Homem nunca foi a Lua

“Os livros de História mentem. Os livros de ciência também. Nos nunca fomos à lua e a famosa frase de Neil Armstrong (“este é um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade”) foi pronunciado num estúdio de TV, no deserto de Nevada.”

Essa tese foi defendida, entre outros, pelo escritor Bill Kaysing, autor do livro0 (We never want to the moon). Kaysing trabalhou para a Rockerdyne Research Department que, por sua vez, prestou serviços para o projeto Apollo. Segundo ele, a Nasa não tinha tecnologia para colocar o homem na lua em 1969. Mas a corrida espacial com os russos obrigava os americanos a fazer isso, de uma forma ou de outra. A Apollo 11 foi realmente lançada, mas pousou no Pólo Sul, algumas horas depois. Os astronautas Neil Armstrong, Edwin Aldrien e Michael Collins foram então levados para o tal estúdio de TV secreto e encenaram a conquista na Lua, com a frase de efeito, bandeiras americanas e tudo mais. Segundo Kaysing, as imagens veiculadas pela televisão são evidentemente falsas. As principais pistas são:

  • Não á estrelas no céu. Se não existe atmosfera na Lua, as estrelas deveriam ser visíveis.
  • Não existe nenhuma cratera em cena e a Lua, como se sabe, é cheia de crateras.
  • As sombras dos astronautas no chão não são paralelas e, em alguns casos, apontam para a direção oposta, como se existissem duas fontes de luz. Mas só existe uma: o Sol.
  • O módulo lunar não deixou marcas profundas no solo, embora pesasse mais de 13 quilos.
Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s